Dieta da Proteína: A dieta que faz emagrecer rápido

O sonho da maioria dos brasileiros é emagrecer e de forma rápida. Dessa forma, vêm surgindo no mercado diversos tipos de dietas.

Uma delas promete fazer emagrecer em pouquíssimo tempo: a dieta da proteína.

Mas será que isso é verdade? Iremos descobrir neste artigo.

Mas antes, lembre-se de compartilhar este artigo na sua rede social favorita.

Mas afinal de contas, o que é a dieta da proteína?

Dieta da proteina

A dieta da proteína é uma dieta que promove o aumento do consumo de proteínas e a diminuição de carboidratos. Em média, 40% da alimentação do dia a dia será reservada à proteína.

E como fazer essa dieta?

Bom, não existe apenas um tipo de dieta da proteína, alguns exemplos são:

  • Dieta South Beach: essa dieta foi desenvolvida pelo cardiologista Arthur Agatston. Como foi percebido o emagrecimento desses pacientes, a dieta passou a ser utilizada para este propósito.
  • Dieta Dukan: essa dieta foi desenvolvida como um método de emagrecimento que é dividido em quatro fases. O objetivo é o consumo de grande quantidade de proteínas e a redução carboidratos.
  • Dieta Atkins: rica em proteínas e gorduras. Nesta dieta não existe restrição de calorias e a pessoa pode comer a quantidade que quiser de carnes, embutidos, queijos e ovos.
  • Dieta Paleolítica: essa dieta tem virado moda. Ela propõe que voltemos a nos alimentar como nossos ancestrais. Eles se alimentavam de carnes, frutos e sementes.

A famosa dieta da proteína consiste em ingerir alimentos ricos em proteínas e que são, geralmente, de origem animal. Temos como exemplo as carnas, peixes, ovos e derivados do leite.

Basicamente, o que é feito é aumentar o consumo de alimentos proteicos e excluir os ricos em carboidratos como macarrão e pão.

Todavia, ressaltamos que para emagrecer através dessa dieta é necessário escolher proteínas que sejam pobres em gorduras, utilizar carne branca no lugar da vermelha, tomar leite desnatado, entre outros cuidados. Tudo sempre acompanhado de um nutricionista ou nutrólogo.

Por que a dieta da proteína ajuda a emagrecer?

Simples. Esse tipo de dieta ajuda a emagrecer pois com a falta de carboidratos no organismo, o mesmo irá queimar as fontes de gorduras.

Todavia, durante essa dieta é comum sentir fraqueza e tonturas nos primeiros dias. Essas sensações costumas passar após 3 ou 4 dias, pois o corpo terá se acostumado à falta de carboidratos.

Se você pretende aderir a essa dieta, mas quer fazer isso de forma gradual, basta fazer a dieta low carb. Clique aqui e veja nosso artigo sobre esse tipo de dieta.

É importante salientar que a dieta da proteína também tem restrições. Sendo assim, procure sempre um médico antes de começar a fazer qualquer tipo de restrição alimentar. A sua saúde é muito importante!

Conheça também o Quitoplan, melhor bloqueador de gordura natural do mercado!

Medico explica como funciona a dieta da proteína do programa Bem Estar


O que devo saber antes de começar essa dieta?

Como já dissemos acima, é necessário consultar um médico, nutricionista ou nutrólogo para que não haja prejuízo da saúde.

Somente o nutricionista será capaz de criar um cardápio personalizado, feito especialmente para você.

Lembre-se de que o que funciona para uma pessoa, nem sempre funciona para outra. Além do que o nutricionista poderá montar um cardápio baseado nas suas preferências e restrições.

Outra questão é que essa dieta não deve ser feita por mais de 1 mês, pois ela pode prejudicar o funcionamento dos rins e gerar outros problemas como tonturas, desmaios, queda de cabelo e até dor de cabeça.

Tenha cuidado!

Benefícios da dieta da proteína

Com certeza, o maior benefício desse tipo de dieta é a promoção do emagrecimento de forma rápida.

Outro benefício é a mudança para uma alimentação mais saudável, pois são priorizados os alimentos saudáveis como legumes e verduras.

Outro grande benefício é a motivação que o emagrecimento gerado por essa dieta faz. Ao ver o emagrecimento, a pessoa se sente motivada a continuar emagrecendo. Além disto, a dieta da proteína aumenta o colesterol bom e não afeta o ruim.

O que acharam desse tipo de dieta? Deixem nos comentários!

Fontes: Tua Saúde, Minha Vida

Deixe um comentário